Prefeitura de Pontal do realiza curso de Capacitação para o Patronato

patronatoNo ultimo dia 15 aconteceu no anfiteatro da Escola Primavera curso de capacitação para o patronato com a presença de representantes do Governo do Estado.

Esta capacitação, vem aprimorar o conhecimento do corpo técnico com o comprometimento da eficácia no atendimento dos assistidos”. “Pontal do Paraná é o segundo município do Estado do Paraná a implantar o PATRONATO MUNICIPAL, desta forma saímos na frente de vários municípios no que tange a ressocialização do cidadão”, destacou o Prefeito Edgar Rossi.

O Secretário Municipal de Cidadania e Direitos Humanos Nelson Mademar acrescentou “O Patronato Municipal de Pontal do Paraná foi criado pelo decreto lei municipal nº 1311 de 10 de julho de 2013 e tem como missão a humanização das penas, visando à reintegração social e a consequente diminuição da reincidência criminal dos assistidos. O Patronato tem o objetivo de fiscalizar e acompanhar o cumprimento das condicionalidades resultantes das alternativas penais, entendidas como toda e qualquer forma de cumprimento de pena ou outra medida alternativa em meio aberto, aliada à assistência integral, compreendendo as esferas jurídica, psicológica, social, pedagógica e cultural.

CONVITE PALESTRA PREVENÇÃO DO USO E ABUSO DE DROGAS

Drogas não01A Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos / Departamento de Políticas Públicas Sobre Drogas em parceria com a Polícia Federal e o Comitê de Saúde Mental, encerra o ciclo de palestra no ano de 2014, nas Escolas Estaduais de Pontal do Paraná, e a ultima a ser beneficiada será o Colégio Estadual Reneé Carvalho de Amorim.
Desta forma Convidamos toda sociedade Pontalense a participarem da palestra “Sobre o Uso e Abuso de Drogas” que acontecerá nesta quarta-feira, dia 22 de outubro em parceria com a Polícia Federal e o Comitê de Saúde.
Local: Igreja do Evangelho Quadrangular de Ipanema PR 412
Horário: 20:00 horas
Dúvidas Ligar: 3972-7020 / 9709-4000
Contamos com sua Presença

Polícia Militar apreende drogas, arma e localizam foragido da justiça durante fim de semana

armas e drogasDurante atividades dos policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), pertencente ao 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), entre sábado (11/10) e domingo (12/10), foram presas sete pessoas suspeitas e apreendido um revólver, maconha, crack e ecstasy nos municípios de Matinhos (PR) e Pontal do Paraná (PR), ambos localizados na região litorânea do estado.

O comandante do 9º BPM, major Nivaldo, explica que nesta época do ano o fluxo de pessoas no litoral aumenta, elevando consequentemente o registro de ocorrências. “Com a aproximação da temporada de verão, temos um aumento no fluxo de pessoas no litoral e infelizmente pessoas má intencionadas também descem ao litoral para cometer crimes, porém, à medida que isso acontece, estamos preparados para inibir a criminalidade e proporcionar segurança pública de qualidade à população litorânea e aos turistas”, disse.

Na noite de sábado (11/10), policiais militares patrulhavam pelo Balneário Primavera, em Pontal do Paraná, quando avistaram cinco pessoas se comportando de forma suspeita. Foi procedida a abordagem e localizado com eles um revólver calibre 38, 1 kg de maconha, e 50 gramas de crack. Os envolvidos, a droga e a arma foram levados até a Delegacia de Ipanema, para os procedimentos cabíveis.

No início da madrugada de domingo (12/10), os policiais militares receberam informações de que em Praia Mansa, Caiobá, havia uma festa rave. Equipes do 9º BPM foram até o local e abordaram as pessoas que ali estavam. Numa das abordagens, foi localizado com um rapaz 23 comprimidos de ecstasy, quatro gramas de maconha, uma pedra de crack e R$ 128,00 em dinheiro. O jovem foi encaminhado até a Delegacia de Matinhos, para os procedimentos cabíveis.

Logo depois, por volta das 4h30, uma equipe patrulhava pelo bairro Bom Retiro, em Matinhos, quando avistou um Tempra, de cor preta, trafegando de forma suspeita. Os policiais se aproximaram e anunciaram a abordagem. Os policiais consultaram os documentos pessoais do suspeito no sistema policial e constataram que ele era foragido da justiça por envolvimento com tráfico de drogas. Ele foi preso e encaminhado até a Delegacia de Matinhos.

MP reforça a recomendação para que escolas de Paranaguá e litoral utilizem o “nome social” de alunos transexuais

O Ministério Público Estadual do Paraná está reforçando para escolas públicas e privadas em municípios do litoral do estado a recomendação para que incluam o nome social de alunos transexuais e travestis nos registros escolares. Uma denúncia de que uma escola da cidade de Antonina “estaria adotando medidas discriminatórias contra gays e transexuais” fez com que promotores da cidade publicassem uma Recomendação Administrativa para toda a comarca, que também inclui o município de Guaraqueçaba.nome social

O documento foi enviado ainda ao Núcleo Regional de Educação de Paranaguá, responsável pelas escolas estaduais do litoral. Os órgãos públicos têm prazo de 20 dias para repassar a informação a todas as escolas da região, sejam elas particulares, estaduais ou municipais. A Recomendação orienta que o nome social seja colocado em listas de divulgação pública, carteiras estudantis, provas, chamadas e quaisquer outros registros internos. As exceções são o histórico escolar e o certificado de conclusão de curso, onde deve ser mantido apenas o nome civil do estudante.

O novo documento reforça um parecer de junho deste ano, em que as Promotorias da Criança e do Adolescente e da Educação já recomendavam a inclusão do nome social de travestis e transexuais nos registros escolares.  O Ministério Público também adverte para a necessidade de realizar, em caráter permanente, trabalho de conscientização da comunidade escolar, com destaque ao respeito à diversidade e à tolerância, como forma de evitar preconceito e discriminação.

PATRONATO MUNICIPAL – CONVITE

logo_depen                                                                           logotipo patronato municipal

Amanhã 15/10/2014, aberto a população de Pontal do Paraná, estará sendo realizado evento no anfiteatro do Balneário do Primavera, Rua Tom Jobim 308, palestras e esclarecimento no que segue abaixo discriminado.
O evento é realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos – PATRONATO MUNICIPAL – Prefeitura Municipal de Pontal do Paraná – Coordenadoria do Patronato Penitenciário Central do Estado – Departamento de Execuções Penais – DEPEN – Secretaria de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos – SEJU.
Contamos com sua presença.

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO: DIA 15/10/2014 – QUARTA-FEIRA

Período da Manhã:

  • 9h30m às 10h30- Palestra e discussão sobre o tema: Programa Patronato – Diretrizes potencialidades e fragilidades – Iris Mirian do Nascimento – Diretora do Patronato Central do Estado.
  • 10h45 às 12h00 – Palestra e discussão sobre o tema: Atribuições de natureza Técnica – Iris Mirian do Nascimento –

Período da tarde:

  • 14h00 às 15h00 – Palestra e discussão sobre o tema: Políticas Públicas desenvolvidas pela SEJU sobre Drogadição – Dr. Pedro Giamberardino – Diretor do Departamento de Políticas sobre Drogas da SEJU.
  • 15h30m às 16h30m – Palestra com o Tema: Projeto BASTA – uma intervenção junto aos autores de violência doméstica – Dra Regina Bley – Diretora do Departamento de Direitos Humanos da SEJU.
  • 16h30 às 17h00 – Diretrizes para Planejamento das ações do Patronato de Pontal do Paraná. – Marilda Marciria – Setor de Informática do Patronato Central do Estado e Iris Mirian do Nascimento

    

Nove pessoas presas abasteceriam o litoral com drogas

tabuleiroNove pessoas presas por tráfico de drogas em quatro regiões do estado durante a Operação Tabuleiro da Polícia Civil. De acordo com a polícia, os suspeitos iam abastecer o litoral do Paraná durante a temporada de verão. Ao todo, 42 quilos de maconha, meio quilo de cocaína e três veículos foram apreendidos. O delegado-titular do Núcleo Metropolitano da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), Miguel Stadler, explica que as investigações começaram há dois meses e o principal objetivo era coibir o consumo e a distribuição de drogas nas praias do Paraná.

O principal suspeito de envio de entorpecentes às praias paranaenses foi preso em Cascavel, no oeste do Estado. Outra pessoa foi detida em Curitiba, duas em São José dos Pinhais e outras cinco em balneários do litoral. O delegado da Denarc esclarece que essas ações são um preparativo para a operação verão que está prevista para começar no dia 17 de dezembro.

A segunda fase da operação tabuleiro deve ser realizada um pouco antes do lançamento da operação verão. Participaram da operação policiais civis do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), do grupo tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Núcleos da Denarc em Curitiba, Ponta grossa e Cascavel.

Saiu a primeira pesquisa de intenção de votos para o segundo turno

dilma_aecio_061014-620x372Na primeira pesquisa eleitoral do segundo turno, o candidato Aécio Neves (PSDB) aparece como favorito a levar a presidência do Brasil com 49% das intenções de voto, contra 41% de Dilma Rousseff (PT). Desde o início da campanha, esta é a primeira vez que o tucano aparece na frente da petista.

Considerando apenas os votos válidos, o tucano aparece com 54% e a candidata à reeleição com 46%.

O levantamento, divulgado nesta quarta-feira (8), foi feito pelo Paraná Pesquisas, em parceria com a revista Época. A margem de erro 2,2 pontos porcentuais.

Eleitores que declararam que não votariam em nenhum somam 5%, assim como os que não souberam responder.

No primeiro turno da corrida presidencial, a presidente Dilma obteve 43.267.668 dos votos válidos, que equivale a 41,6%. Aécio conquistou 34.897.211 votos, com 33,5%. A dúvida era qual dos dois encamparia os mais de 22 milhões de votos de Marina Silva (PSB).

Dilma Rousseff também tem o maior índice de rejeição entre os eleitores, 41%, ante 32% de Aécio Neves. Eleitores que não rejeitam nenhum dos dois chegam a 16%. Já os que rejeitam os dois candidatos somam 4%.

Decisão definitiva
O Paraná Pesquisas perguntou ainda se a decisão dos eleitores em votar nos candidatos era definitiva ou se podia mudar. Neste caso, 81% dos eleitores afirmou que sua posição é definitiva e 15% disse que ainda podia mudar de ideia. Não souberam ou não responderam alcançam 4%.

Metodologia
O levantamento, feito pelo Instituto Paraná Pesquisas, em parceria com a Revista Época, ouviu 2.080 pessoas em 152 municípios brasileiros entre os dias 6 e 8 de outubro. A margem de erro é de dois pontos porcentuais. O nível de confiança é 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01065/2014.