O sorvete derreteu a casquinha…

Marquinho

Casquinha, o Vereador que não sabe contar...

Fato inusitado ocorreu na sessão realizada, na Câmara Municipal, no dia 27/10/2009.

Durante a discussão de um projeto de lei bastante obscuro, encaminhado pela Prefeitura, perguntei em alto e bom som ao Vereador Marcos Casquinha: “Vereador, o senhor não sabe contar?”

Fui surpreendido com a resposta do nobre Edil: “Não!”

É pra acabar!

Contas do ex-Prefeito Zé o Pontal são rejeitadas pela Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Pontal do Paraná, na sessão do dia 27/10/2009, por maioria (7 votos a favor, 1 contra e 1 abstenção), acompanhou o parecer prévio do Tribunal de Contas do Estado do Paraná e, dessa forma, rejeitou as contas do Município, referentes ao exercício de 2004, de responsabilidade do ex-Prefeito José Antônio da Silva.

A rejeição das contas gera, ao ex Prefeito Zé do Pontal, assim, dentre outras consequências, a sua automática inelegibilidade pelo prazo de 05 (cinco) anos.

Parabéns, servidores públicos!

28 de outubro. Dia do servidor público. Rendo minhas homenagens, nesta data, especialmente, aos servidores públicos de Pontal do Paraná. Categoria honrada, que bravamente luta contra os desmandos a que é submetida pelo Sr. Prefeito Municipal, e que jamais perde a capacidade de sonhar por dias melhores, tampouco deixa de exercer suas funções com a responsabilidade devida.

Nesta data, em especial, muito pouco se tem a comemorar. Os servidores públicos de Pontal do Paraná, do quadro da Prefeitura, continuam com seus vencimentos achatados, ainda são relegados a tratamentos pouco cerimoniosos e perdulários pelos comissionados do Prefeito, e, ainda, são subjugados à indignidade dentro do serviço público a partir do momento em que, muitas vezes, necessitam levar materiais de expediente da própria casa para o trabalho, pois a Prefeitura de Pontal do Paraná não vem fornecendo cafezinho, resmas de papéis, tintas para impressora ou papéis higiênicos àqueles que verdadeiramente carregam o serviço público nas costas.

Enquanto isso, numa realidade bem distante, os comissionados do Prefeito possuem vultosos salários, não cumprem horário de expediente, não são fiscalizados por seus atos e ainda possuem celulares para usar livremente durante todo o mês…

Estes, fazem churrasco e se alegram por um feriado no meio da semana.

Aqueles, verdadeiros heróis do serviço público, simplesmente sonham pela chegada de um novo tempo…

“Quem fecha a Prefeitura meio expediente é meio Prefeito!”

Maeco e murilo

Comissionados terão ainda mais tempo pra descansar...

A afirmação acima é do Prefeito de Realeza, Eduardo Gaievski, do PT, referindo-se ao movimento da Associação dos Municípios do Paraná – AMP, que pretende paralisar o serviço nas repartições públicas municipais, em protesto à queda na arrecadação pela diferença no repasse do Fundo de Participação dos Municípios, o FPM.

“Em quase cinco anos de governo, nunca fechei as portas da prefeitura por motivo nenhum, nem mesmo pela gripe suína”, criticou.

Já por aqui, a coisa é bem diferente. O Prefeito Gimenes decretou, na última sexta-feira, que a Prefeitura de Pontal do Paraná somente terá expediente durante o período da tarde. A justificativa foi a necessidade de redução de despesas e a medida foi adotada de forma sorrateira, sem prévia comunicação à comunidade.

O Prefeito Gimenes vem adotando uma série de medidas absurdas sempre com a justificativa de necessidade de reduzir gastos públicos. Cortou cafezinho e papel higiênico, na Prefeitura Municipal, para os servidores. Cortou o transporte escolar. Reduziu o atendimento médico.

No entanto, ainda não adotou a medida mais acertada para a verdadeira redução de gastos públicos desnecessários: NÃO EXONEROU SEQUER UM DAQUELES COMISSIONADOS TODOS DE ALTOS SALÁRIOS, QUE NADA FAZEM PARA O BEM DO INTERESSE PÚBLICO!

OS VENCIMENTOS DO PREFEITO, DE IGUAL SORTE, CONTINUAM DENTRE OS MAIS ALTOS DO PAÍS.

Perguntar não ofende: Até quando, Sr. Prefeito?

Tá rindo do que, Prefeito?!

Alegria do Prefeito está com os dias contados...

Alegria do Prefeito está com os dias contados...

A cidade está abandonada. A saúde pública, um caos. As ruas e praças completamente sujas, com o mato fazendo morada. Os alunos continuam com transporte deficitário. O Prefeito, ainda assim, continua rindo à toa…

A alegria do Prefeito Gimenes, no entanto, parece estar com os dias contados. Nas próximas semanas, o Prefeito terá muita dor de cabeça pela frente.

Isso porque foi desmascarado publicamente na sessão da Câmara Municipal, de terça-feira. Agora, terá de explicar ao povo de Pontal do Paraná o caos da saúde pública e o abandono geral das ruas e logradouros públicos da cidade.
Com a liberação de mais receita para investimento na saúde, pela Câmara de Vereadores, e, ainda, com a comprovação de que a lei aprovada pelo parlamento possibilita a aquisição de 3 tratores e implementos, vai ficar muito difícil para o Prefeito continuar jogando a responsabilidade pela sua péssima gestão e destes problemas específicos nas costas dos Vereadores…
Por fim, ainda terá de dar boas explicações acerca do furo de mais de R$ 180.000,00, em vales transporte, que aconteceram dentro da Prefeitura, sob as suas barbas.
Afinal, jogaram toda a culpa numa réles comissionada, que acabou pagando o pato sozinha, mas isso não convenceu ninguém… Tanto que uma CPI foi instaurada na Câmara Municipal para apurar tamanho baque nos cofres públicos e chegar à verdade dos fatos.
Perguntar não ofende: Será que tendo tanta culpa no cartório, a alegria do Prefeito continuará com as explicações que terá de dar?

Prefeito desmascarado na Tribuna da Câmara!

Na sessão da Câmara Municipal, do dia 13/10/2009, o Vereador Nelson Mademar desmascarou publicamente o Prefeito Gimenes.

O Prefeito, cujo discurso não muda, vive espalhando nas itinerantes de seus comissionados que a Câmara impossibilitou a aquisição de tratores e implementos, o que seria a causa do abandono total de limpeza constatadas  pelas ruas, praças e terrenos da cidade.

A desculpa esfarrapada do Prefeito é sempre a mesma: a Câmara aprovou a aquisição de 3 tratores, quando a verba destinada somente possibilitaria a aquisição de 2 deles. Pura balela amarela!

Na sessão de ontem, munido de dados oficiais, Nelson Mademar comprovou que a verba aprovada possibilitaria a aquisição de 3 tratores e implementos, para constrangimento público da base gimenista, principalmente do Vereador Aramis, que tratou de derrapar em números e contas.

Ficou provado assim, mais uma vez, que o Prefeito mente descaradamente quando atribui à Câmara de Vereadores a não aquisição de maquinário para a limpeza de nossas ruas e espaços públicos. Lei e dinheiro para comprar o maquinário, o Prefeito possui! O que falta é boa vontade política!

Assista com detalhes a verdade sobre o fato:

http://www.youtube.com/watch?v=SPnWEGiUQ3c