Conheceremos a verdade sobre a saúde financeira de Pontal do Paraná na 6a feira?

Essa é a pergunta que paira no ar. Afinal de contas, o Prefeito, que sempre se orgulhou de sua gestão anterior possuir grande saúde financeira, ultimamente vem cortando serviços essenciais à comunidade e, inclusive, cobrando taxas abusivas e ilegais sempre sob a batuta de estar com o caixa da Prefeitura vazio…

Até onde isso é verdade?!

Não sabemos, pois todos se recordam que no meio do ano o Prefeito divulgava a quem quisesse ouvir que a Prefeitura possuia um superavit em caixa, oriundo de sua notável gestão administrativa anterior.

Aonde foi parar esse superávit?!

Além disso, parece estranho que as dificuldades financeiras sejam tantas, a ponto de se cortar transporte coletivo e investimentos na saúde, mas tantos comissionados inertes e fantasmas persistam sendo mantidos em seus altos cargos públicos. Porque não exonerá-los logo, Prefeito?

E a tal taxa para protocolo de documentos na Prefeitura? O abominável e ilícito “Pague que eu te escuto”? Quanto foi arrecadado com esse abuso e para onde os valores estão sendo destinados?

E o rombo do golpe de mais de R$ 180.000,00 em vales transporte, arquitetados debaixo das barbas do Prefeito? Quem vai pagar a conta?

Tudo isso e muito mais poderá ser esclarecido na sexta-feira, às 17:00h, quando o Sr. Victor Kuck, atual Secretário Municipal de Finanças, deverá comparecer à Câmara Municipal de Pontal do Paraná para esclarecer uma série de questionamentos dos Vereadores e da comunidade acerca da atual realidade financeira de nosso Município.

A convocação do Secretário foi maciçamente aprovada pelos Vereadores. Apenas o Vereador Marcos Casquinha não quer esclarecimento algum e, assim, votou contra a convocação do Sr. Victor Kuck.

Forte Abraço!

Governo do Estado investirá R$ 5 milhões para coleta de lixo no litoral

Com o investimento do Governo do Estado, crescem as esperanças de nosso litoral ficar habitável e limpo durante a temporada

O Governo do Estado vai investir R$ 5,2 milhões para a coleta, transporte, destinação final de lixo, varrição de praias e avenidas do litoral paranaense durante a Operação Verão 2009/2010. A autorização para abertura de licitação para contratação das empresas que irão atuar nos municípios litorâneos já foi assinada pelo governador Roberto Requião.

Entre os dias 15 de dezembro e 21 de fevereiro a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos assumirá a responsabilidade pela coleta e destinação de lixo do Litoral.

“Há seis anos o Governo assume esta responsabilidade, por entender que neste período o número de pessoas triplica no Litoral e sozinhas as prefeituras não teriam condições de atender a esta grande demanda”, explica o secretário Rasca Rodrigues. Ele antecipa que este ano o governo fará uma avaliação prévia de como está a geração e o andamento da coleta de lixo domiciliar e reciclável no Litoral, antes de iniciar a operação verão.

“A meta é aprimorar cada vez mais este serviço em prol dos moradores, comerciantes e veranistas do litoral paranaense, proporcionando também o equilíbrio ambiental”, declarou Rasca Rodrigues.

O valor total da licitação foi dividido em três lotes, sendo R$ 1.996.946,71 destinados para a coleta de lixo nos municípios de Pontal do Paraná, Paranaguá e Ilha do Mel; R$ 1.691.839,85 para Guaratuba e R$ 1.581.470,37 para Morretes, Matinhos e Antonina.

Aplaudimos essa iniciativa do Governo do Estado, pois esse incentivo é fundamental para garantir a tranquilidade de turistas e moradores durante a temporada de verão.

Pontal do Paraná, no ano passado, embora tenha recebido a devida colaboração do Governo Estadual, protagonizou cenas deprimentes nos noticiários em virtude da precariedade dos serviços de limpeza com constantes manifestações de descontentamento de moradores e veranistas quanto aos matos que tomavam conta da cidade e os lixos espalhados pelas ruas. Tudo em virtude da falta de diálogo e perseguição ostentada pelo Sr. Prefeito contra a empresa que prestava serviços de limpeza pública ao Município, que teria contrariado as suas determinações e empregado funcionários de ideologia contrária à do alcaide em seus quadros. Quem perdeu com essa perseguição gratuita foi a comunidade geral.

Esperamos que esse panorama não volte a se repetir nesse próximo ano.

Tudo conforme o previsto

Os Vereadores do Prefeito mantém a idéia fixa de votar em desacordo ao interesse público e social.

Na sessão de ontem, insistiram, ainda que despidos de qualquer fundamentação, em alterar o orçamento liberando 35% de remanejamento livre de recursos ao Prefeito, em total contrariedade ao que já vinha sido estipulado na LDO. Uma aberração que evidentemente foi repudiada pelos Vereadores independentes.

Posteriormente a isso, rejeitaram o novo texto da Lei Orgânica, preferindo que o Município persista com uma lei contraditória e arcaica, criada há mais de 10 anos. Como o quórum para aprovação era de 2/3 dos votos, o novo texto de Lei Orgânica foi rejeitado.

Sorte que o quórum para aprovação de alterações no Regimento Interno é de maioria. Embora houvesse contradição no texto legal (fruto de sua desatualização), as dúvidas foram extraídas pela decisão do plenário. Em seguida, não obstante o choro dos Vereadores do Prefeito (que insistiam na menutenção do texto arcaico e antigo), o projeto de Resolução que aprova o novo Regimento Interno da Câmara Municipal foi aprovado, em votação nominal.

O que mais chama a atenção é que os Vereadores do Prefeito possuíram os textos dos projetos por mais de um mês. Poderiam, assim, aprimorá-los, apresentar emendas, discuti-los. Não o fizeram, dando nítida impressão que os novos textos ganhavam a concordância dos nobres Edis. Na hora da votação, contudo, parece ter pesado mais a determinação do Prefeito…

Não dá pra entender.

Forte Abraço!

Encontro com o Conselho Municipal de Saúde

Vereadores Nelson Mademar e Barriga com integrantes do Conselho Municipal de Saúde

Foi realizada na manhã dessa terça-feira (24/11), importante encontro, na sede da Câmara Municipal, com integrantes do Conselho Municipal de Saúde.

Estes encontros tem sido habituais, na atual legislatura, e visam discutir os rumos e direções dos mais diversos segmentos de nossa comunidade, sempre contando com a efetiva participação deste Vereador, além dos Vereadores Osni Ceará, Oseias, Dr. Valdevino Simões e Barriga. Embora sejam convidados, os demais Vereadores – aqueles que fazem parte da base do Prefeito – nunca compareceram em tais encontros, o que reputo como lamentável.

A reunião desta manhã foi muito oportuna e indispensável para o bom relacionamento que deve haver entre o Poder Legislativo e o Conselho Municipal de Saúde de Pontal do Paraná. Os segmentos organizados da sociedade, as lideranças e a comunidade como um todo, em meu sentir, precisam estar cada vez mais próximos do Poder Legislativo, que é o grande divulgador das aspirações da população à Prefeitura.

Na área da saúde, especificamente, há muita coisa a ser discutida e conquistada, razão pela qual novas reuniões dessa natureza se farão necessárias para que os verdadeiros progressos sejam ordenadamente obtidos, sempre com a atuação coordenada e harmônica da Câmara Municipal e do Conselho de Saúde a fim de que as aspirações sociais sejam melhor aceitas e sensibilizadas pelo Sr. Prefeito.

Essa é a nossa expectativa a partir da proveitosa reunião havida na manhã de hoje.

Forte Abraço!

Hoje tem sessão

A participação da comunidade acompanhando os trabalhos dos Vereadores é muito importante.

Hoje teremos a continuidade do processo de votação da Lei Orçamentária Anual para o exercício financeiro de 2010, além de votações importantes referentes aos novos textos do Regimento Interno e da Lei Orgânica do Município.

Há quem diga que o Prefeito tem orientado a sua base política a votar contra os novos textos do Regimento Interno e da Lei Orgânica porque lhe é mais conveniente administrar a cidade com diplomas legais arcaicos, que inviabilizam e não preveem a salutar fiscalização de seus atos e contenção de seus poderes absolutos.

Será?! Prefiro não acreditar nisso, mas teremos uma boa margem dessa resposta logo mais, durante as votações.

Acompanhe tudo, a partir das 19:00h, pelo site da Câmara Municipal: http://www.camarapontal.pr.gov.br

Forte Abraços!

PMDB rachado em todo o lugar

Seguidores de Requião ao lado de Beto?! Isso é o PMDB...

E não é só em Pontal do Paraná que o PMDB está rachado. A ruína do Partido mais dividido do Brasil se estende pelo Brasil inteiro.

Depois de o Presidente nacional do Partido, Deputado Michel Temer, ter anunciado que a sigla teria fechado apoio nacional para apoiar a candidatura de Dilma Roussef à Presidência da República, a maior liderança de nosso Estado, Governador Roberto Requião, organizou, no último sábado, um encontro com diversas lideranças nacionais do PMDB e acabou anunciando, numa nítida jogada política pró-Serra, sua própria candidatura para presidir a Nação.

No Estado, a divisão não é menor. Nenhum Deputado de prestígio parece engolir a candidatura de Pessuti ao Governo do Estado. Enquanto lideranças como Luis Cláudio Romanelli e Alexandre Curi desfilam ao lado de Beto Richa visando ganhos políticos, um desprestigiado Pessutão brada contra aqueles que chama de infiéis, mas detém prestígio político atual de quilate muito maior que o subjugado Vice de Requião.

Por nossas bandas, a história não é diferente. Apesar de o PMDB local ser comandado na base da centralização do poder que o Prefeito possui ao agraciar toda a Comissão Executiva com cargos comissionados na Prefeitura, tem sido possível ver o apoio popular que lideranças do Partido, como o Vereador mais votado de Pontal do Paraná, Osni Ceará, ou o primeiro suplente de Vereador, Marcelo do Tião, tem recebido da comunidade por honrar com os ideais partidários e se colocar ao lado do interesse público, repudiando a pressão pela política de interesses que Gimenes procura impor a seus comandados. Triste é ver o deprimente papel a que vem se submetendo o Vereador Marcos Casquinha…

Como se isso não bastasse, o Prefeito Gimenes semanalmente tem criticado publicamente a política da maior liderança partidária estadual, o Governador Roberto Requião, acusando-o de ter dado um presente de grego aos pontalenses quando forneceu os ônibus destinados ao transporte escolar…

Durma com um barulho desses… E, com tudo isso que acontece, ainda tem gente no PMDB que fala em fidelidade partidária…

É pra acabar!

Forte abraço!

TRE cassa mandato de Mario Roque por infidelidade partidária

Deu no Bem Paraná

Por 5 votos a 1, a Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PR) cassou o mandato de deputado estadual de Mário Roque (PMDB).

O ex-prefeito de Paranaguá era acusado por infidelidade partidária pelo seu ex-partido, o PSB. No ano passado, seduzido pela promessa de apoio de Requião, Roque migrou para o PMDB para disputar as eleições 2008, mas não se elegeu.

Amanhã, o presidente da Assembleia, Nelson Justus (DEM), será notificado da decisão e terá prazo de dez dias para dar posse ao primeiro suplente do PSB, Wilson Quinteiro, advogado de Maringá.