PMDB rachado em todo o lugar

Seguidores de Requião ao lado de Beto?! Isso é o PMDB...

E não é só em Pontal do Paraná que o PMDB está rachado. A ruína do Partido mais dividido do Brasil se estende pelo Brasil inteiro.

Depois de o Presidente nacional do Partido, Deputado Michel Temer, ter anunciado que a sigla teria fechado apoio nacional para apoiar a candidatura de Dilma Roussef à Presidência da República, a maior liderança de nosso Estado, Governador Roberto Requião, organizou, no último sábado, um encontro com diversas lideranças nacionais do PMDB e acabou anunciando, numa nítida jogada política pró-Serra, sua própria candidatura para presidir a Nação.

No Estado, a divisão não é menor. Nenhum Deputado de prestígio parece engolir a candidatura de Pessuti ao Governo do Estado. Enquanto lideranças como Luis Cláudio Romanelli e Alexandre Curi desfilam ao lado de Beto Richa visando ganhos políticos, um desprestigiado Pessutão brada contra aqueles que chama de infiéis, mas detém prestígio político atual de quilate muito maior que o subjugado Vice de Requião.

Por nossas bandas, a história não é diferente. Apesar de o PMDB local ser comandado na base da centralização do poder que o Prefeito possui ao agraciar toda a Comissão Executiva com cargos comissionados na Prefeitura, tem sido possível ver o apoio popular que lideranças do Partido, como o Vereador mais votado de Pontal do Paraná, Osni Ceará, ou o primeiro suplente de Vereador, Marcelo do Tião, tem recebido da comunidade por honrar com os ideais partidários e se colocar ao lado do interesse público, repudiando a pressão pela política de interesses que Gimenes procura impor a seus comandados. Triste é ver o deprimente papel a que vem se submetendo o Vereador Marcos Casquinha…

Como se isso não bastasse, o Prefeito Gimenes semanalmente tem criticado publicamente a política da maior liderança partidária estadual, o Governador Roberto Requião, acusando-o de ter dado um presente de grego aos pontalenses quando forneceu os ônibus destinados ao transporte escolar…

Durma com um barulho desses… E, com tudo isso que acontece, ainda tem gente no PMDB que fala em fidelidade partidária…

É pra acabar!

Forte abraço!

Anúncios