Retrospectiva: Junho de 2009

Um mês de vergonha verde.

Prefeitura idealizou a dita Semana do Meio Ambiente. O evento foi um retumbante fracasso. Comissionados fizeram algumas caminhadas, plantaram meia dúzia de sementes, mas a cidade continuou imunda e a comunidade simplesmente ignorou as reuniões realizadas.

O nome mais sugestivo para o evento seria “Semana da Vergonha do Meio Ambiente”…

Retrospectiva: Maio de 2009

Em iniciativa inédita, a Câmara Municipal de Pontal do Paraná, com o apoio de diversos órgãos estatais, além de COHAPAR e OAB, promoveu, em Pontal do Paraná, o I Fórum “Minha Casa, Minha Vida” a fim de debater, difundir, discutir e cadastrar a população pontalense ao programa de moradia idealizado pelo Governo Federal.

O triste da história, mais uma vez, ficou por conta do Prefeito Gimenes que, de modo incessante, buscou estragar o evento. Usando dinheiro público, patrocionou carros de som e jornal apócrifo para confundir a população e esvaziar o evento. Novamente nao conseguiu. Vexame maior ficou por conta de seus comissionados adestrados que fizeram as vezes de entregadores de jornais do Prefeito.

O evento foi um sucesso. Mais de 1500 pessoas compareceram e puderam ouvir as explanações e esclarecimentos acerca do programa social do Governo Federal, que contou com a participação do Deputado Estadual Cleiton Kielse.

Infelizmente, a pasmaceira do Prefeito acabou constrangendo a imagem do Município perante o Governo que, dessa feita, uma vez mais alijou Pontal do Paraná da possibilidade efetiva de contemplação de casas populares.

O Prefeito, por sua vez, nada mais fez. Abandonou o projeto do Governo Federal e continua batendo bumbo para o tal projeto das 120 casas populares, que já foi atração de sua campanha política anterior e até agora não saiu…

Retorspectiva: Abril 2009

Em abril de 2009, os cinco Vereadores independentes de Pontal do Paraná (Nelson Mademar, Osni Ceará, Dr. Valdevino Simões, Oséias Leal e João Carlos Barriga) passaram a ser sistematicamente atacados por um jornaleco financiado pelo Prefeito.

Curiosamente, esse mesmo jornal foi aquele que, na gestão anterior, acusava o Prefeito de uma série de barbaridades.

Enquanto o jornal apócrifo financiado com dinheiro público plantava notícias inverídicas e mostrava o desespero do Prefeito Gimenes, os Vereadores independentes entabulavam conversações com o Deputado Kielse a fim de trazer futuros recursos a Pontal do Paraná.

Na mesma época, a Câmara inicia uma série de conversações com as demais Câmaras Municipais do litoral a fim de reorganizar e reestruturar a Associação das Câmaras Municipais do Litoral Paranaense.

Retrospectiva: Março 2009

A Mesa Executiva da Câmara Municipal inicia os trabalhos legislativos a todo vapor.

Os Vereadores aprovam projeto de minha autoria que prevê o fornecimento gratuito de rede de internet wireless a toda a comunidade, primando, assim, pela inclusão digital de toda a comunidade.

Apesar do grande apelo popular, o Prefeito veta o projeto de lei.

A Câmara derruba o veto e a lei é promulgada.

Apesar disso, direcionando-se na oposição das políticas públicas de inclusão digital, o Prefeito não aplica a lei.

E o povo de Pontal do Paraná segue sem internet…

Retrospectiva: Fevereiro 2009

Em fevereiro de 2009, houve a volta dos trabalhos legislativos.

A sessão de abertura contou com grande participação popular, que estava ansiosa pela retomada dos trabalhos legislativos, depositando suas esperanças nos novos Vereadores e na nova Mesa Executiva.

Havia também grande expectativa com relação à posição que seria adotada pelo Prefeito Gimenes, vez que esta seria a primeira vez que ele estaria diante dos novos Vereadores, após o revés experimentado na interferência à eleição da Mesa da Câmara Municipal.

Em seu discurso inaugural, contudo, mais uma vez o Prefeito foi muito infeliz. Em alto e bom som, num comportamento bastante destemperado, gabou-se por ter sido eleito por 51% dos pontalenses e afirmou que apenas a esses iria trabalhar e deveria satisfações.

Pegou mal. O início já bem demonstrava como seria a nova gestão do Prefeito…

Retrospectiva: Janeiro 2009

O ano político começou quente em Pontal do Paraná.

O Prefeito Gimenes apostou alto na eleição da Mesa da Câmara Municipal.

Exigiu que seus pupilos Marcos Casquinha e Aramis Mereb integrassem a Mesa, sendo que o primeiro deveria ser o Presidente.

Evidentemente que esse fato revoltou os demais Vereadores. Mesmo tendo uma base inicial de 7 Vereadores, que lhe apoiaram durante a eleição, o Prefeito, antes da posse, já dava mostras claras de que pretenderia se intrometer nas coisas da Câmara e gostaria de vê-la numa posição de extrema submissão ao Executivo.

Em uma manobra política inteligente, os Vereadores subjugados pelo Prefeito se aliaram aos desprezados do PV (Oseias e Barriga) e fecharam consenso no nome de Nelson Mademar para integrar a Presidência da Câmara. O Vereador Osni acabou sendo eleito o Primeiro Secretário, enquanto que Oseias, o Segundo. A Vice ficou com o Vereador Valdevino.

Há quem jure que o clima durante o mês, na sede da Prefeitura, foi o pior possível. Decepcionado com seus articuladores, o Prefeito Gimenes parece não ter digerido até hoje a sua terceira derrota consecutiva em eleições ao Legislativo local.

Os atuais Vereadores da base do Prefeito, pelo que se sabe, já sussurram aos comissionados mais próximos que preferem que o Prefeito não se intrometa na eleição da Mesa Executiva, que ocorrerá em dezembro de 2010. Quem viver, verá!