Repasse da Câmara Municipal novamente é desrespeitado pelo Executivo

Mais uma vez a Câmara Municipal teve de se valer do manuseio de Mandado de Segurança para garantir o seu direito constitucional de ter as suas verbas fiinanceiras repassadas pelo Poder Executivo e, assim, cumprir suas obrigações junto a Vereadores, servidores e fornecedores.

A denúncia do ocorrido está sendo encaminhada á Procuradoria Geral de Justiça – Setor de Crimes praticados por Prefeitos, em Curitiba, que, coincidentemente, enviou um Ofício à Câmara Municipal, há cerca de 15 dias, justamente buscando informações sobre os repasses de duodécimos feitos ao parlamento, na gestão do Sr. Rudisney Gimenes, a fim de instruir procedimento instaurado há tempos que, possivelmente, se tornará mais uma Denúncia Crime contra o Alcaide.

Sempre é bom lembrar que tramitam diversos procedimentos junto ao Tribunal de Justiça contra a Administração Rudisney Gimenes.

Quem viver, verá!

Forte Abraço!

Reviravolta democrática: Prefeito perde mais uma eleição na Câmara Municipal

Mais uma vez o Prefeito Gimenes levou a pior numa disputa pela Presidência da Câmara Municipal.

Essa foi a quarta derrota do Alcaide que, toda vez que apóia um candidato ao cargo, acaba amargurando o revés.

Tudo estava devidamente definido. O Prefeito, após reuniões e reuniões em seu gabinete e na mansão da Praia de Leste, havia seduzido diversos segmentos da vereança e, assim, composto a sua Mesa de predileção com os nomes de Marcos Casquinha (Presidente), Osni Ceará (1º Secretário) e Lázaro (2º Secretário), além da Professora Laura (Vice).

E essa negociação foi tão articulada que justifica os regressos dos então Secretários, Marcos Casquinha e Lázaro, à Casa de Leis.

Tudo devidamente acertado. Staff da Prefeitura de paz com a vida. Cargos sendo negociados.

Mas eis que chegou o dia da eleição. E, como já dizia o profeta, “eleição da Câmara é uma caixinha de surpresa”. Não deu outra. Desta vez a partir de uma bem articulada arquitetura jurídica, valendo-se de dispositivos do arcaico Regimento Interno e Lei Orgãnica Municipal, além de variadas articulações políticas, o resultado final das eleições da Mesa da Câmara, para o biênio 2011/12, surpreendeu a quase todos e acabou da seguinte forma:

Presidente: Dr. Valdevino Simões
Vice: Professora Laura
1º Secretário: Osni Ceará
2º Secretário: João Carlos do Rosário (Barriga)

O resultado das eleições da Câmara Municipal se traduz em evidente vitória política da atual gestão do Legislativo contra o Prefeito.

Na condição de Presidente da Câmara Municipal, sofri todo o tipo de perseguição possível, sendo, inclusive, muitas vezes alvo de ataques levianos, calúnias e difamações pela equipe do Poder Executivo.

Não deixei jamais, no entanto, de defender os interesses da comunidade. Por mais alto que fosse o preço, estive ao lado das famílias que buscaram a reabertura do Pronto Atendimento 24 Horas de Shangri-lá, lutei pelos projetos populares como o REFISPONTAL 2010 e jamais me calei diante das denúncias recebidas ou das críticas que entendia necessária para melhor atendimento de nossa gente pela Prefeitura.

Nos últimos meses, fui obrigado a inclusive me afastar do blo, tamanha foi a campanha empenhada contra mim diante de companheiros Edis. Factóides foram criados para que houvesse uma sedução repentina à candidatura apoiada pelo Poder Executivo. Mas, ainda assim, nos últimos minutos, a virada aconteceu. De forma inteligente, certeira e democrática.

Pelo bem de Pontal do Paraná, a Câmara Municipal tem tudo para prosseguir caminhando de forma própria. Nada contra o candidato Marcos Casquinha, homem honrado e sério, que merece todo nosso respeito, mas que, no momento, personificava os tentáculos do Executivo na Câmara Municipal. Assim, a grande vitória foi da independência, da política social e leal contra a intromissão indevida da Prefeitura no Legislativo.

Forte Abraço!

Saúde de Pontal do Paraná ainda na UTI

Palavras da conceituada jornalista Luciana Pombo, em seu twitter:

“Saúde de Pontal do Paraná é lenta… nem mesmo remédio para piolho é entregue para as crianças do município.”.

Contra fatos, não há argumentos.

Em seu blog (www.lucianapombo.com.br), a jornalista detalha a situação que tristemente conhecemos:

“Saúde em crise em Pontal

Rapaz chega no posto de saúde para conseguir remédio para piolho. A situação é grave no município de Pontal. As crianças estão tendo piolhos como nasce capim no meio do mato…

… mas a burocracia é impraticável. Para conseguir um remédio para combater a praga, o cidadão precisa ir ao posto, agendar consulta médica, levar a criança para um médico, fazer a solicitação caso o médico encontre verdadeiramente o piolho e o medicamento chega no outro dia depois que tudo isso for feito…

Tempo suficiente para não se combater a praga!

É a incompetência da saúde de Pontal…”

É por essas e outras que a reclamação contra a atual Secretária de Saúde, Dra Flora, é geral.

É tanta que, dizem, os servidores da Saúde boicotaram a presença em um almoço de confraternização de final de ano por não tolerar mais o descaso com que a saúde pública local vem sendo tratada.

É o cão chupando manga!

Forte Abraço!

Pedágio aumentará 5% a partir de hoje

A Justiça concedeu uma liminar às concessionárias de pedágio, que permite o reajuste nas tarifas em média de 5%, a partir de hoje.

Assim, o cidadão que deseje visitar nosso litoral pagará R$ 13,30 na ida e outros R$ 13,30 na volta. Só de pedágio R$ 26,60.

Esse valor é um verdadeiro absurdo!

A esperança do povo paranaense reside no novo Governo que toma posse em janeiro.

O Governador Beto Richa prometeu, em campanha, reunir-se com as concessionárias e iniciar uma fase de conversação, sem as bravatas do Governo anterior que trouxe apenas mais prejuízos ao povo paranaense no que se refere aos custos do pedágio.

Vamos aguardar…

Forte Abraço!