TRANSPORTE INTEGRADO…..FAÇAMOS NOSSA PARTE

Abaixo-assinado A FAVOR do Sistema Integrado de 

Transporte Coletivo Pontal do Paraná- Matinhos

 

Para:TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ

A Federação das Empresas de Transporte de Passageiros dos Estados do Paraná e Santa Catarina – FEPASC, tendo como interessada a Viação Graciosa Ltda., propôs medida judicial perante o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná visando declarar inconstitucional as leis dos municípios de Pontal do Paraná( lei nº 928/2008) e Matinhos (lei nº 1.211/2009) que autorizam o convênio entre estes municípios para a integração de seu transporte coletivo.
O julgamento já foi interrompido por três pedidos de vistas, restando cinco desembargadores para votar e atualmente o resultado da votação é de onze votos a favor da Federação e nove votos a favor da integração do transporte. A PRÓXIMA SESSÃO ESTÁ MARCADA PARA O DIA 05/08/2011.
Antes da integração, a pessoa que queria ir pra Matinhos teria que pegar o ônibus descer no balneário Monções, e subir em outro ônibus da mesma empresa e pagar novamente a passagem para seguir até o município vizinho.
Entendendo que o Sistema Integrado de Transporte Coletivo traz benefícios a munícipes de ambos os municípios em especial aos estudantes que com a integração pagam somente uma passagem para se deslocarem entre os municípios e caso seja declarada a inconstitucionalidade das leis, toda a população será prejudicada.
O Sistema Integrado de Transporte Coletivo é para garantir o direito a mobilidade urbana de todo cidadão, este abaixo-assinado poderá ser subscrito por qualquer pessoa, ou organização que assim o desejarem.
Os signatários

Participe : A petição pública pode ser assinada pela Internet no endereço: http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N12503

Forte Abraço

 

PONTAL ACORDOU MAIS FELIZ

Nessa quinta feira Pontal do Paraná acordou diferente. Todos pareciam mais felizes. Todos estavam com a auto estima em alta.

Quando afirmo todos, talvez até exagero, mas seguramente  90% estão satisfeitos com a decisão da justiça, até mesmo vários dos comissionados, ou seja , aquele que  realmente trabalham.

Embora não tenha permanecido hoje  em Pontal do Paraná, as inúmeras ligações recebidas relatavam bem essa situação.

Confesso que nem eu sabia que a rejeição do prefeito cassado era tanto.

Sei e todos sabem que dessa decisão cabe recurso e o prefeito cassado pode até voltar, mas sabemos que não voltará com a mesma soberba e ditatorial forma de governar.

Vamos torcer para a justiça realmente prevalecer.

Forte Abraço

ESCOLINHA DE GOVERNO TENSA ……. ALGO ESTRANHO NO AR…..AMARELO TÁ ROXO

A tradicional escolinha de governo do Prefeito Gimenes que ocorre toda quarta-feira, em que o prefeito fala e todos escutam, parece que hoje está sendo diferente.

Desde o ínicio da “reunião” o que se escuta no primeiro andar do prédio amarelo é o Prefeito Gimenes gritando com sua “equipe”. Nesse exato momento, as 11:40, o clima é tenso e os gritos ainda continuam. Todos apreensivos.

Parece que o bicho tá pegando.

Logo saberemos os motivos dos gritos do prefeito.

Forte Abraço

SEGURANÇA EM PONTAL DO PARANÁ

No final do mes de maio passado, estive na Assembléia no gabinete do Deputado Kielse (PMDB) manifestando preocupação com  falta de policiais e viaturas em nosso município.

A Policia Militar conta com 27 Pms e 03 viaturas.

A situação mais grave é da Polícia Civil, pois dos 15 servidores  que estão lotados, 06 estão em processos de aposentadoria  e encontram  em licença  remuneratória, então o efetivo resume em 9 servidores e 03 viaturas  para atender a Delegacia em Ipanema e a cadeia em Pontal do Sul.

Na sessão plenaria da Assembléia Legislativa , do dia 08 de junho de 2011,  O Deputado Kielse (PMDB) apresentou indicação de mais uma viatura para Polícia Civil e outra para Pol[icia Militar. Quanto ao reforço de efetivo o Deputado está fazendo gestões junto a Diretoria do Polícia Civil do Paraná e também junto ao Comando da Policia Militar do Paraná.

Com essa pouca estrutura fica díficil cobrar segurança das autoridades policiais locais.

EFEITO BOB ?

Na semana passada mostrei nesse blog a situação em que os moradores da Rua Cascavel e Januario da Veiga, Balneario Shangri-la, se encontravam pelo fato da prefeitura ter retirado as manilhas nos cruzamentos dessas ruas interrompendo  o tráfego de pedestres e veiculos.

O que deixou os moradores mais apreensivos ainda, foi o fato da prefeitura ter dito que tem as manilhas e nem previsão de quando as teriam.

Entretanto de repente  nessa segunda feiras as manilhas apareceram e  finalmente a “obra” deverá ser concluída.

Será que é o efeito BOB ?  Tomara que sim. Pois certamente o dinheiro que está plicado em banco deverá ser aplicado em beneficio da população.

 

Forte abraço

 

Finalmente parece que quer arrumar

Há quase tres anos que venho cobrando explicações sobre o motivo da prefeitura ter tanto dinheiro aplicado em banco, enquanto falta médicos em postos de saúde, medicamentos, ruas esburacadas e tantas outras coisas que fica até difcíl enumerar.

Segundo informações essas dificuldades em aplicar o dinheiro público em atendimento a nossa população estaria no setor de compras da prefeitura que nao estava funcionando em compasso com o departamento de licitações.

Para resolver esse grave problema e preocupado com os ataques da oposição, o senhor prefeito contratatou um profissional renomado, com larga experiencia no setor de compras e licitações, e os primeiro resultados ja começaram a surgir.

Não conheço esse profissional e nao sei de onde veio, nem sei seu nome, apenas que seu apelido é BOB, e sei que  nesse curto período já ganhou admiração e simpatia dos seus colegas de trabalho.

Espero que permitam que esse novo servidor coloque sua experiencia em pratica para que resulta em melhorias na qualidade do serviço público em Pontal do Paraná.

É o que eu e todos pontalenses esperam.

Forte Abraço

O QUE PARECIA IMPOSSÍVEL……ACONTECEU

No final do ano passado o prefeito enviou um projeto de lei para Camara Municipal, pedindo autorização para contrair empréstimos de R$ 1,250 milhão junto a instituição financeira para aquisição de maquinários.

Não coloquei para ser votado porque,  caso aprovado , essa operação deveria causar prejuízos aos cofres públicos. Pois o custo mensal desse empréstimo (juros) seria de 1,4 % ao mes e seria um contra-senso tomar empréstimos, ainda mais com essa taxa, pois a prefeitura tem dinheiro aplicado a taxa de 0,4% ao mes.

Entretanto no incio desse ano o projeto foi reenviado e aprovado pela Camara Municipal, Na oportunidade manifestei veementemente  meu voto contrário pelos motivos já expostos.

Para minha grata surpresa, no último dia 11 p.p o site da prefeitura noticiou que uma nova máquina – patrola – foi adquirida com recursos próprios da municipalidade, isto é,  não tomou dinheiro emprestado, o que seria um contrasenso.

Tenho absoluta certeza que foi a primeira  vez que o prefeito ouviu o clamor da oposição. Minha oposição é coerente e com unico intuito de corrigir o que está errado.

Quem sabe doravante serei ouvido mais vezes.

DINHEIRO SOBRANDO……..OBRAS FALTANDO

obra aguardando manilhas na Rua Cascavel cruzamento com Rua Januario da Veiga

Os moradores das ruas Cascavel e Januario da Veiga, no Balneário Shangri-la,  há 40 dias atrás imaginavam que a Prefitura finalmente iria substituir as manilhas que estavam em péssimas condições no cruzamento dessas ruas, não possibilitando o tráfego de veiculos.

Entretanto a alegria se transformou em pesadelo, pois onde nao trafegava veículos, hoje não trafega mais nada: nem pedestres e bicicletas.

O que estava ruim a prefeitura deixou pior, pois as manilhas  foram retiradas com a promessa de colocação de novas,  e até hoje nada.

Pior é que não tem data para obra ser finalizada. A justificativa da   secretaria de obras é que a Prefeitura não tem manilhas para repor e nem previsão de chegada.

A pergunta que todos fazem: se não tinha as manilhas, porque retiraram as antigas ?

Faltam manilhas mas sobra dinheiro aplicado……. R$ 16 milhões de dinheiro público aplicado em banco.

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA

Em 30 de dezembro de 2004,  foi sancionada a Lei 11.079,  pelo então presidente Lula, estabelecendo normas gerais para licitação e  contratação de parceria público-privada no ambito da administração pública.

Entretanto ao fazer leitura dos 30 artigos dessa lei, não encontrei nada para justificar uma possível parceria que a prefeitura tenha efetuado com a empresa PONTAL LUZ que foi contratada para efetuar  reparos e manutenção na iluminação pública em Pontal do Paraná.

Assim, em cumprimento legal se deduz que não existe parceria entre a prefeitura e a empresa  Pontal Luz.

Mas tem sido comum, cenas como essa (foto ao lado),  o caminhão da prefeitura prestando serviços para a empresa contratada. Na mesma  licitação vencida pela Pontal Luz, estipula que além de reparos e manutenção nao rede de iluminação,  tambem efetuaria esses serviços nas luminárias instaladas nos super postes.

Então já que houve licitação para manutenção da iluminação pública, incluido os super postes, qual a finalidade para aquisição desse caminhão por parte da prefeitura”?”.

Será que o moderno caminhão equipado para iluminação foi adquirido para prestar serviços para a empresa Pontal Luz”?”.  Se não foi adquirido para isso, então para que contratar empresa para prestar  serviços que o caminhão esta executando”?”.

Mesmo com tudo isso, a iluminação pública continua precária. cito apenas um exemplo : o super poste situado na PR 412 cruzamento com Rua Superagui, no Balneário Shangri-lá,  esta apagado ha mais de 11 meses.

COM A RESPOSTA O SENHOR PREFEITO

 

 

 

CAOS NA SAÚDE : POSTO DE IPANEMA

Há dois dias que a Vigilancia Sanitária proibiu médicos,  servidores e pacientes do Posto de Saúde em Ipanema de utilizarem água das torneiras e bebedouros  por estar contaminada.  Médicos e enfermeiros estão proibidos até de lavar as mãos com a agua do posto.

O procedimento correto seria interditar o posto mas na dificuldade de se apurar qual prejuízo maior, optou-se em manter o posto em funcionamento.

Vejo com bastante preopcupação  as dificuldades dos profissionais da saúde em desempenhar suas funções no local de trabalho  onde não pode esterilizar os instrumentos porque o auto-clave está quebrado, não pode lavar as mãos porque a agua está contaminada e ainda  tem que levar a agua potavel para ser consumida  durante expediente.

A limpeza e desinfecção de uma caixa de água custa menos e R$ 200,00, enquanto alguém nao toma a decisão para execução desse serviço, pacientes e profissionais tem que se expor a esse risco  desnecessario e irrespnsável de contaminação.

Diante desse quadro caótico de agua contaminada, balança quebrada, auto=clave quebrado, consultorio odontológico parado por falta de manutenção, faltando curativos, posto 24 horas fechado, a prefeitura deixa aplicado R$ 16 milhões em bancos rendendo juros.

Não esquecendo que o prefeito é médico