Praias do Paraná continuam próprias para banho

O segundo boletim de balneabilidade divulgado nessa sexta-feira (28) pelo Instituto Ambiental do Paraná indica que dos 90 quilômetros da orla paranaense, mil e 600 metros estão impróprios para banho. Os locais onde não são recomendados aos veranistas são em Morretes; Balneários de Ipanema e Shangri-lá, em Pontal do Paraná; e na praia de Encatadas na Ilha do Mel. Já no interior os mesmos pontos indicados no primeiro boletim de balneabilidade dessa temporada continuam próprios para banho.

O IAP alerta para que os veranistas respeitem a sinalização indicativa nas praias e consultem o boletim de balneabilidade antes de escolher aonde vão se banhar. A bandeira vermelha indica água imprópria para banho nos 100 metros, à esquerda e à direta da sinalização. Nesses locais, os índices de coliformes fecais estão acima do recomendado pelo Conama, vindos principalmente de esgoto clandestino. A bandeira verde indica que a água pode ser aproveitada para o banho de veranistas.

Também é importante que os turistas procurem se instalar em casas e hotéis que estão ligados corretamente à rede coletora de esgoto. O veranista que frequentar o Litoral poderá acompanhar a qualidade das águas no site do IAP (ww.iap.pr.gov.br), na sinalização e nas barracas de informação instaladas nas praias.

O monitoramento durante da qualidade das águas durante a temporada de verão visa apontar os pontos mais críticos e que merecem mais atenção das autoridades. O objetivo é desenvolver programas para melhorar a qualidade da água nas praias nas próximas temporadas.

Excepcionalmente nessa semana, por conta do feriado de Natal, as coletas das amostras foram realizadas na quarta-feira (26), assim como ocorrerá na próxima semana, por conta do feriado de ano novo.

Mega da Virada vai pagar R$ 230 milhões

O concurso 1.455 da Mega-Sena vai pagar o maior prêmio da história das Loterias da Caixa. Como não houve acertador no sorteio do último sábado (22), a estimativa de prêmio da Mega da Virada subiu para R$ 230 milhões.A partir desta segunda-feira (24) até a próxima (31), não serão realizados sorteios da Mega-Sena, todas as apostas serão direcionadas para o sorteio da Mega da Virada. Até o momento, mais de R$ 179 milhões já foram arrecadados para o concurso especial, com mais de 52 milhões de apostas. A previsão das Loterias da Caixa é que sejam arrecadados mais de R$ 600 milhões, o que pode elevar ainda mais o prêmio principal.Para o vice-presidente de Loterias da CAIXA, Fábio Cleto, a Mega da Virada já se consolidou, junto aos brasileiros, como a chance de começar o ano de uma forma diferente e mudar completamente de vida. “A possibilidade de se tornar um milionário e o clima de festa incentivam as pessoas apostar na sorte. Esse é o DNA da Mega da Virada, que é sucesso desde a sua criação, em 2009”, garante. 
  
As apostas podem ser feitas em qualquer uma das mais de 12 mil lotéricas, em todo o Brasil até as 14h (horário de Brasília) do dia 31. 

A partir de hoje, os clientes com acesso ao Internet Banking Caixa(IBC) podem fazer suas apostas para a Mega da Virada sem sair de casa. Basta ter conta corrente no banco e ser maior de 18 anos. As apostas pela Internet estão liberadas das 8h às 22h, todos os dias, até o dia 30. No dia do sorteio, as apostas poderão ser feitas das 8h às 14h.

 

OPERAÇÃO VERÃO 2012/2013

abeturaopverao3A Polícia Militar do Paraná reforçará a segurança nos sete municípios do litoral do estado desde  quinta-feira (20/12) até depois do recesso de Carnaval, para garantir melhor atendimento aos moradores e veranistas. O reforço será realizado durante a Operação Verão 2012/2013, que conta com um aumento no efetivo que totalizará 2.000 policiais e 938 bombeiros militares, os quais coibirão todo e qualquer excesso cometido no litoral como velocidade, embriaguês ao volante, tráfico de drogas e perturbação do sossego, além do salvamento de vidas. 

“Realizando patrulhamento comunitário preventivo, mas também ostensivo, vamos reforçar a segurança no Litoral para que os moradores e os veranistas possam aproveitar o verão com traquilidade”, garantiu o Comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Roberson Luiz Bondaruk. Além dos policiais militares já formados, alunos-soldados, em estágio operacional também serão enviados ao litoral para o reforço na segurança. 

A PM realizará bloqueios, abordagens, fiscalizações, arrastões, operações de trânsito e orientações em geral. Também serão utilizados bafômetros e radares. O reforço do policiamento será feito em todo o litoral, mas com maior intensidade em pontos estratégicos e nas proximidades da orla marítima. 

Os 938 bombeiros militares estarão distribuídos em diversos postos da orla, os quais farão buscas e salvamentos, além de orientações e monitoramentos na praia. Além disso, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar distribuirão pulseiras de identificação para evitar que crianças se percam dos pais.

GRAER – O Grupamento de Resgate Aéreo (GRAER) terá um helicóptero à disposição para ações de busca, resgate, salvamento e transporte e remoção aeromédico, além de auxiliar em operações na área da segurança pública. Com a aeronave, o resgate de vítimas se torna rápido e prático, aumentando as chances de sobrevivência. 

PREFEITO ELEITO EDGAR ROSSI ANUNCIA SECRETARIADO

secretarios EdgarCOMO HAVIA PROMETIDO, O PREFEITO ELEITO ANUNCIOU NESSA MANHÃ SEU SECRETARIADO:

Secretário de Esportes Lazer e Juventude : Fernando 277

Secretário de Recursos Naturais : Ricardo Aguiar

Secretario de Educação ; Marcos Pacheco

Secretario de Ação Social : Acir Silva

Secretario de Assuntos Fundiários e Habitação : Luiz Carlos Krezinski

Secretario de Desenvolvimento : Wolney Moroz

Secretario de Administração : Marcelo Amaral

Secretaria de Saúde : Laertes Manoel

Secretario de Planejamento : Aramis Calixto

Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos : Nelson Mademar

Secretaria de Finanças : Valéria Maria Missau

Secretaria de Governo Deyvett Leal

Secretaria de Obras : Leandro Trog

Procurador Geral : José Oscar Teixeira

LEI SECA MAIS RÍGIDA

BEBADOA partir de hoje, o motorista flagrado embriagado e que se recusar a fazer o teste do bafômetro será multado em R$ 1.915,10. A punição, que chega a R$ 3.830,80 em caso de reincidência no período de 12 meses, está prevista na nova versão da lei seca, sancionada ontem pela presidente Dilma Rousseff. As penalidades criminais, no entanto, dependem de regulamentação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

 Além de aumentar as multas, a lei – publicada no Diário Oficial da União de hoje – permite que outras provas além do bafômetro, como vídeos e relatos de testemunhas, possam ser usadas para confirmar a embriaguez. Em atitude rara, a presidente Dilma sancionou o projeto no mesmo dia em que ele chegou ao Planalto – 24 horas após o texto ter sido aprovado no Congresso.

A nova lei altera o Código Brasileiro de Trânsito e acaba com impasses na comprovação da direção sob efeito de álcool. Além de permitir uso de vídeos, prova testemunhal ou “outros meios de prova admitidos em Direito” no processo criminal para mostrar a embriaguez, ela garante ao motorista fazer a contraprova. Caso o condutor não concorde com o resultado de um dos testes, pode pedir o exame do bafômetro ou de sangue. Outra mudança se refere à condução de veículos sob efeito de outras substâncias. O texto pune até o uso de medicamentos que possam afetar a capacidade motora.

Polêmica. O projeto foi aprovado em regime de urgência e vem como uma reação a uma decisão de março do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que tinha enfraquecido a legislação.

O Judiciário havia determinado que a punição de motoristas sob influência de álcool ocorresse só a partir de comprovação por teste de bafômetro ou de exame de sangue. Como a Constituição garante o direito de não produzir provas contra si mesmo, as punições passaram a ser em caráter terminativo, com a suspensão da carteira de habilitação. Agora, condutores que se recusarem a fazer o teste podem ser punidos criminalmente.

 

SOM ALTO NAS PRAIAS COM DIAS CONTADOS

somReclamação recorrente de moradores do Litoral do Paraná e veranistas, a música em volume alto tocada em carros está com os dias contados. Foi sancionada, no início do mês, uma lei estadual que limita o som emitido por veículos em vias públicas a 80 decibéis (dB), medidos a sete metros de distância. A multa para o não cumprimento da lei vai de R$ 680 a R$ 6,8 mil.

Limite

A lei, que entrou em vigor no início do mês, estabelece em 80 decibéis o limite de altura do som emitido por equipamentos de carros em vias públicas, medidos a sete metros de distância.

Exceção

Veículos comerciais que usam sistema de som, como carros publicitários, não são penalizados, desde que tenham autorização do órgão competente. O mesmo vale para carros de corrida e entretenimento enquanto estão nos locais de competições. Buzinas, alarmes, barulho de motor e outros componentes obrigatórios também não se enquadram na proibição.

Penalização

A multa para o não cumprimento da lei pode variar de R$ 680 a R$ 6,8 mil. Em caso de reincidência, o valor dobra. A fiscalização é feita pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e pela Polícia Militar do Paraná. Denúncias podem ser feitas para a PM pelo telefone 190.