VAGAS DE EMPREGO EM PONTAL DO PARANÁ

Agencia Trabalhador

VAGAS AGÊNCIA DO TRABALHADOR

PONTAL DO PARANÁ

 

  • ALMOXARIFE : Com experiência em material de construção e habilitação categoria C.
  • AUXILIAR DE COZINHA: Morar próximo ao balneário praia de Leste
  • ATENDENTE DE MESA/GARÇOM: Morar próximo ao Balneário Praia de Leste
  • MECÂNICO DE AUTO : Com experiência.
  • COMPRADOR : Com experiência em construção civil.
  • COZINHEIRO : Morar próximo ao balneário praia de Leste
  • LATOEIRO DE VEÍCULO : Com experiência
  • OPERADRO DE CAIXA: Morar próximo ao balneário praia de Leste
  • OPERADOR DE RETROESCAVADEIRA : Experiência comprovada em CTPS mínima de 06 meses , CNH C, D ou E.
  • PIZZAIOLO: Morar próximo ao Balneário Praia de Leste

fonte: www.trabalho.pr.gov.br

As vagas poderão sofrer alterações em qualquer instante. Entre em contato com a Agência do Trabalhador de Pontal do Paraná pelo telefone: (41) 3458-3372.

Interessados dirijam-se portando RG e Carteira de Trabalho à Agência do Trabalhador de Pontal do Paraná situada à Rua Baronesa do Cerro Azul, 387 – Praia de Leste

e-max.it: your social media marketing partner

HOMEM COM MANDADO DE PRISÃO É PRESO PELA GUARDA MUNICIPAL

IMG-20160725-WA0006

Um indivíduo foi encaminhado por populares ao Pronto Atendimento 24 de Shangri-lá para receber cuidados médicos, pois estava bastante ferido, possivelmente por briga.

Diante do fato a Guarda Municipal foi acionada e ao chegar ao local, o indivíduo se identificou e até apresentou documentos pessoais, mas estava bastante nervoso. Assim após breve conversa, acabou confessando que os documentos não era dele, e constatou na verdade que se tratava de Marcos Longo, 36 anos, morador do Sitio Cercado em Curitiba e que contra ele havia um mandado de prisão.

Então imediatamente foi dada voz de prisão, e após receber os cuidados médicos, foi encaminhado a Delegacia da Policia Civil em Ipanema para cumprimento de ordem judicial.

 

 

INDIVÍDUO ARMADO COM FACA AMEAÇA COMPANHEIRA E É DETIDO PELA GUARDA MUNICIPAL

IMG-20160723-WA0007

O indivíduo Edwilson Ribas Vieira dos Santos, foi preso pela Guarda Municipal no Balneário Shangri-lá, no sábado dia 23/07, quando sob visível estado de torpes por uso de substancias entorpecentes, fazia ameaça a sua companheira com uma faca com lamina de 20 cms.

Edwilson teve que ser contido pelos Guardas Municipais pois estava agressivo e fazendo mais ameaças, e conduzido a Delegacia para as medias legais cabíveis.

IMG-20160723-WA0012

PROCON MUNICIPAL PONTAL DO PARANÁ

Ao recém completar um ano de serviços prestados o PROCON Municipal de Pontal do Paraná participou do II DO FÓRUM DOS PROCONS PARANAENSES, realizado nos dias 14 e 15 de julho na Escola de Educação de Direitos Humanos em Curitiba –PR.

O evento foi presidido da Drª Claudia Silvano diretora do PROCON-PR e Presidente da Associação Brasileira de Procons – Proconsbrasil que dividiu seus conhecimentos e experiências na área de direito consumerista, também estavam os representantes de outros Procons municipais. Com destaque aos Procons de Umuarama, Maringá e Arapongas, com muitas informações e inovações no serviço de atendimento ao consumidor.

O evento tratou de diversos temas ligados a defesa do consumidor aplicação e sobre a  disponibilização do SINDEC-Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor, que é de grande valia para o nosso PROCON MUNICIPAL.

POLÍCIA MILITAR PRENDE HOMEM COM MANDADO DE PRISÃO EM SANTA TEREZINHA

https://i0.wp.com/www.pmpr.pr.gov.br/modules/galeria/uploads/11404/viaturaneutra3.jpg

Policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), capturaram um homem com Mandado de Prisão em aberto durante uma ação nesta quarta-feira (20/07) em Pontal do Paraná (PR), no Litoral do estado.

Os policiais militares foram informados de que um foragido da justiça estaria morando no Balneário Santa Terezinha. As equipes iniciaram diligências pela região e conseguiram localizar o suspeito, o qual tem um Mandado de Prisão em aberto pelo crime de homicídio.

De acordo com o 9º BPM, o homem seria o mandante de crimes ocorridos no Litoral do estado e também estaria envolvido com o tráfico de drogas na região. Ele foi levado à Delegacia de Polícia Civil para as medidas cabíveis.

Plano de ação vai apoiar resgate de animais marinhos no litoral

Vinte e duas instituições públicas e civis estão elaborando um plano de atendimento a animais marinhos para o Litoral do Paraná.O trabalho é coordenado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, com participação do Centro de Estudos do Mar (CEM), da Universidade Federal do Paraná (UFPR), e apoio do Ministério Público.

Em menos de um ano, o projeto Monitoramento de Praia, desenvolvido pelo CEM em 100 quilômetros da costa paranaense, recolheu 1.184 animais, vivos ou mortos, como tartarugas, golfinhos, mamíferos e aves. Neste conjunto estão espécies ameaçadas de extinção, raras e também migratórias, que passam pelo Litoral ou usam os recursos naturais disponíveis para reprodução e sobrevivência.De acordo com a coordenadora do projeto e do Laboratório de Ecologia e Conservação do CEM, Camila Domit, 80% das tartarugas marinhas recolhidas mortas tinham ingerido algum tipo de lixo. “É uma situação muito grave que precisa ser conhecida e estudada para oferecermos alguma chance de sobrevivência a estes animais e aos ambientes”, disse a pesquisadora.Os dados foram apresentados por Camila nesta terça-feira (19), em Curitiba, que esteve na sede da Secretaria do Meio Ambiente junto com outros técnicos das instituições envolvidas no Plano.

O plano de atendimento servirá para estabelecer de forma clara o papel de cada instituição, dar segurança institucional ao trabalho dos pesquisadores e, também, prever ações de educação ambiental e de informação para as comunidades. “Trabalhar com animais silvestres implica em obedecer regras e legislações federal e estadual. Reunir e integrar essa legislação e até criar normas que faltam também faz parte do plano”, disse a bióloga da Coordenadoria de Biodiversidade e Floresta da Secretaria do Meio Ambiente, Fernanda Braga.

Além do Centro de Estudos do Mar, do Ministério Público e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o plano envolve a Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros, Instituto Ambiental do Paraná, Ibama, prefeituras do Litoral, Administração dos Portos do Paraná, Marinha do Brasil, PUCPR, MarBrasil, Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), Conselho Regional de Biologia do Paraná, Conselho Regional de Medicina Veterinária do Paraná, Alpina Briggs, Clínica Vida Livre, Funespar, I Instituto Federal do Paraná (FPR-Paranaguá), Instituto Brasileiro de Advocacia Pública (Ibap) e Associação dos Professores de Direito Ambiental do Brasil (Aprobad).

MONITORAMENTO – O projeto Monitoramento de Praia, que no Paraná foi a única condição imposta à Petrobras para a exploração das áreas de pré-sal, é feito desde agosto do ano passado. Diariamente, as equipes passam em todas as praias de Guaratuba, Matinhos e Ponta do Paraná.

Fonte: http://correiodolitoral.com/

 
 
 

Praia de Leste recebe projeto piloto de tratamento da água do mar

Sistema piloto de tratamento avançado de água segue de Curitiba até a Estação de Tratamento de Água de Praia de Leste

Sanepar irá testar equipamentos versáteis que também podem tratar água captada em poços e rios e de projetos de reúso

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) está transportando nesta terça-feira (19) um sistema piloto de tratamento avançado de água desde sua base de pesquisa, em Curitiba, até a Estação de Tratamento de Água de Praia de Leste, na cidade de Pontal do Paraná, no Litoral. O sistema está sendo estudado desde 2013 por profissionais da Sanepar e conta com apoio de pesquisadores da University of North Texas, University College London e da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Parte do projeto é custeada pela Secretaria de Estado Americano, depois de ter concorrido com mais de 300 outros projetos ligados à implantação e monitoramento de sistemas sustentáveis de dessalinização em escala piloto.

Os equipamentos utilizam as tecnologias de osmose reversa e ultravioleta. Para facilitar seu transporte e acomodação nas plantas da Sanepar, eles foram montados em um container e em um skid, que é uma base móvel. No Litoral, além dos testes de dessalinização da água do mar, os equipamentos também serão utilizados para pesquisas de tratamento em água com carga orgânica alta, mas podem servir para uso na remoção de sais dissolvidos, na remoção de metais em água de poços, na redução de flúor e na produção de água industrial, que reutiliza a água de efluentes. Em Praia de Leste, o material ficará por seis meses em testes, que iniciarão em agosto próximo.

O diretor de Meio Ambiente da Sanepar, Glauco Requião, explica que a intenção da Sanepar é desenvolver as melhores soluções possíveis para o sistema de tratamento de água. “Isso faz parte da preocupação constante da Sanepar de garantir as melhores condições para a prestação de seus serviços. Esse sistema piloto dá suporte para técnicas avançadas de tratamento da água e para o polimento secundário de efluentes, que poderá ser aplicado no futuro. Os testes podem nos dar respostas importantes para avaliarmos e medirmos muitas variáveis”, afirma.

Os pesquisadores da Sanepar, Ronald Gervasoni, Mariana Espíndola de Souza e Ana Claudia Brueckheimer, responsáveis pelo projeto, explicam que no Litoral será utilizada energia de fontes eólica e solar. “Um dos maiores gastos operacionais de um sistema com membranas está na energia elétrica. Queremos verificar se com o uso dessas outras fontes o sistema se torna mais sustentável e econômico”, diz Gervasoni. Ele conta que, além de pesquisas sobre técnicas de tratamento, os testes podem ajudar a definir a concepção de novos sistemas e mesmo o aperfeiçoamento dos atuais. “A planta servirá também para avaliar a tecnologia em situações diferentes como água de barragem, de rios e de poços. O efluente tratado também será avaliado para verificar o potencial de reúso e poderemos obter parâmetros para projeto em cada situação”, afirma.

PILOTO – O sistema piloto tem capacidade para produzir 1.000 litros de água tratada por hora e é composto por filtro de discos, sistema de abrandamento duplo, filtro de cartucho, sistema de filtração por membranas de osmose reversa de duplo passo, sistema de desinfecção por ultravioleta e dosadora de cloro.

Segundo o gerente de pesquisa da Sanepar, Gustavo Possetti, a especificação e a entrega do sistema piloto atendem aos objetivos traçados para o Centro de Tecnologias Sustentáveis da Sanepar (CETS) em relação à antecipação de tendências tecnológicas. “A aquisição deste sistema avançado orientará os futuros parâmetros para o dimensionamento, otimização e implantação de novas tecnologias na Sanepar. Com esta última aquisição, o CETS complementa sua estrutura de pesquisa e desenvolvimento, referência entre as empresas de saneamento do Brasil”, diz.

O CETS conta, atualmente, com dois laboratórios analíticos, um laboratório de protótipos, um laboratório de tecnologias de tratamento de águas, que possui uma ETA piloto convencional, um skid com membranas de ultrafiltração, um skid de ozonização, equipamentos analíticos, protótipos de simulação de tratamento de água e a mais nova planta piloto de tratamento de água avançado por membranas de osmose reversa.

 

PM apreende carga de cigarros contrabandeados no Litoral do Paraná

https://i0.wp.com/www.pmpr.pr.gov.br/modules/galeria/uploads/11395/aPM_apreende_carga_de_cigarros_contrabandeados_no_Litoral_do_Parana.jpg

Um carro com uma carga de cigarros contrabandeados foi apreendido por policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), pertencente ao 6º Comando Regional de Polícia Militar (6º CRPM), em Guaratuba, no Litoral do Paraná, na madrugada de terça-feira (19/07). 50 caixas de cigarros foram apreendidas.

Por volta das 03 horas, equipes policiais observaram um carro Vectra que transitava em atitude suspeita e alta velocidade pelo bairro Piçarras. Quando a equipe se aproximou para uma abordagem o condutor fugiu com o veículo, mas bateu em um poste, quilômetros a frente.

Os militares estaduais abordaram o condutor, de 23 anos, e apreenderam cerca de 15 caixas de cigarros contrabandeados que supostamente seriam distribuídos na região, também foi encontrado um rádio transmissor. Todo o material apreendido foi encaminhado à delegacia de Guaratuba para as providências cabíveis à situação.

Procon diz que bloqueio do WhatsApp prejudica usuários

Associação Brasileira de Procons (Proconsbrasil) se pronunciou na tarde desta terça-feira (19) sobre o bloqueio do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp. Segundo o órgão, que reúne procons de todo o Brasil, a medida judicial vai prejudicar muitos consumidores que utilizam ferramenta para se comunicar e até mesmo para trabalhar.

whatsapp

De acordo com Claudia Silvano, diretora do Procon-PR  e presidente da Proconsbrasil, é preciso que outras formas de punição sejam utilizadas, tais como a aplicação de multas pesadas e eventual responsabilização penal por obstrução à justiça. “O que não pode acontecer é o bloqueio do serviço, por tempo indeterminado, prejudicando o usuário”, disse.

O bloqueio do WhatsApp foi determinado pela Justiça do Rio de Janeiro, por meio de uma decisão da juíza Daniella Barbosa Assumpção de Souza, da 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias. De acordo com a Justiça, o WhatsApp descumpriu decisão judicial de interceptar mensagens trocadas pelo aplicativo em uma investigação criminal. Essa é a terceira vez que o WhatsApp é suspenso no país.

Em nota, o WhatsApp disse que considera a determinação judicial uma ameaça à capacidade das pessoas de se comunicarem e diz que espera ver o bloqueio suspenso tão logo seja possível.

“É chocante que menos de dois meses depois que o povo brasileiro e legisladores rejeitaram o bloqueio dos serviços como WhatsApp, a história se repete. Como antes, milhões de pessoas são desconectadas de amigos, entes queridos, clientes e colegas hoje, simplesmente porque estamos sendo questionados por informações que não temos”, disse o diretor executivo do WhatsApp, Jan Koum.