GUARDA MUNICIPAL ATUA EM BRIGA GENERALIZADA E EVITA TRAGÉDIA

 

 

Na noite de domingo (ontem)  01 de maio às 20:43h o plantão da GCM recebeu chamado da Policia Militar solicitando apoio da Guarda Municipal no atendimento de uma ocorrência de briga generalizada em um bar no Balneário Canoas.  Às 20:50h a viatura 06 da GCM chegou ao local da ocorrência deparando com dezenas de pessoas brigando.

Dois elementos com facões, outros com paus, garrafas e mesas sendo atiradas em todas as direções.  A primeira atitude foi serenar os ânimos, mas o som alto e gritaria dificultou mais ainda a situação. O Inspetor que comandava a operação, na impossibilidade de utilizar o rádio, e enquanto tentava serenar os ânimos, determinou a viatura que se deslocasse até o Quartel da PM em busca de ajuda.

Infelizmente em virtude de outras ocorrências a PM não pode se deslocar imediatamente, então retornaram a ocorrência e continuaram serenando os ânimos e separando os brigões os ânimos para evitar uma tragédia, enquanto eram agredidos de todas as formas.

Mas felizmente conseguiram contornar a situação e uma tragédia foi evitada.

Um elemento acabou sendo detido, que estava de posse de um facão, uma Guarda foi ferida com golpes de facão nas costas e no braço e a viatura danificada e os demais GCMs com vários hematomas.

A Guarda Civil Municipal desde sua criação, em novembro próximo passado, vem colaborando com as demais forças para garantir a ordem pública  protegendo as pessoas.

Hoje fui bastante cobrado para responder a publicação do blog Folha de Pontal, aquele do ex presidiário Zé Pequeno, mas não vou responder porque em qualquer lugar do mundo “bandido não gosta de Polícia” e aqui Pontal do Paraná não é diferente.

 

 

 

 

TELEFONE 153 DA GUARDA CIVIL MUNICIPAL JÁ ESTA FUNCIONANDO

https://i0.wp.com/opopularmm.com.br/wp-content/uploads/2015/12/ligue-153.jpg

Pontal do Paraná ganha mais um importante instrumento de proteção ao cidadão, depois de 6 meses  finalizou o processo de instalação do número 153 para a Guarda Civil Municipal  e a população já pode chamar gratuitamente, a partir de hoje,  neste número que funciona 24 horas por dia. Essa é mais uma conquista, desde que a Guarda Municipal foi criada pela atual administração no final de 2015,  já atendeu mais de 1200 ocorrências. Esta é mais uma ação que demonstra a preocupação e investimento desta administração na segurança pública. Também o processo para aquisição de armas menos letais está em processo adiantado, inclusive um GCM de Pontal do Paraná estará participando do curso de Instrutor de Tecnologias menos letais no Rio de Janeiro nos dias 17, 18 e 19 de maio e dentro em breve a Guarda Civil Municipal estará utilizando esse armamento em defesa dos cidadãos e do patrimônio.

A lei que institui o Estatuto Geral das Guardas Municipal, sancionada determina que além da segurança patrimonial, estabelecida pelo artigo 144 da Constituição Federal, as guardas terão poder de polícia. Elas poderão atuar na proteção da população, no patrulhamento preventivo, no desenvolvimento de ações de prevenção primária à violência, em grandes eventos e na proteção de autoridades, bem como em ações conjuntas com os demais órgãos de defesa civil

 

 

GUARDA MUNICIPAL PRENDE VULGO NENECO EM PONTAL DO SUL

Neneco

O indivíduo Luiz Augusto Neves da Silveira (foto), 20 anos, conhecido como “Neneco”, foi preso novamente pela Guarda Municipal em Pontal do Sul.

Ele é bastante conhecido pela sua audácia em seus delitos e também porque é morador antigo do balneário. É suspeito de ter cometido inúmeros furtos e assaltos.

As vezes anteriores quando era conduzido a Delegacia, Neneco costumava debochar dos GCMs, afirmando que no outro dia estaria solto, porém, dessa vez será diferente pois há um mandado de prisão contra ele.

PRESO TRIO SUSPEITO QUE ATUAVA TAMBEM NO LITORAL

https://i0.wp.com/www.policiacivil.pr.gov.br/modules/galeria/uploads/7069/Indice.jpg

Três pessoas envolvidas em crimes contra o patrimônio foram presas na manhã da última segunda-feira (25), por policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) da capital. Após um mês de investigações, os suspeitos foram detidos em uma residência localizada no município de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Leonardo dos Santos Tristão, 19 anos, era o principal investigado pela polícia, o jovem é suspeito de cometer vários roubos a residências na capital, RMC e Litoral do Estado. Durante as diligências pela casa do suspeito, Tristão se apresentou aos investigadores com um nome falso porque tinha dois mandados de prisão em aberto.

No local a equipe de investigação apreendeu diversos produtos oriundos de roubos como computador, máquina de costura, rádio automotivo, impressora, além de diversos óculos e bolsas de marca, entre outros objetos.

“Nós localizamos diversos produtos de roubo levados das residências pelo suspeito, inclusive, o documento de um veículo HB20 que havia sido roubado horas antes na cidade de Matinhos ”, relata o delegado-titular da DFR, Matheus Laiola.

Na casa a Polícia Civil também prendeu duas mulheres, a esposa de Tristão, Talita Bianca Mendes da Costa, 23 anos, e a amiga de Talita, Solange da Silva Rafael, 24 anos, ambas presas em flagrante pelo crime de receptação.
Tristão confessou a prática dos roubos. Ele foi autuado pelos crimes de roubo, uso de documento falso e receptação. O trio permanece preso na DFR de Curitiba, onde aguardam à disposição da Justiça.

https://i2.wp.com/www.policiacivil.pr.gov.br/modules/galeria/uploads/7069/IMG_4980.JPG

https://i1.wp.com/www.policiacivil.pr.gov.br/modules/galeria/uploads/7069/IMAGENS_157.png

Denarc prende traficante com 50 quilos de maconha

 

https://i1.wp.com/www.seguranca.pr.gov.br/modules/galeria/uploads/5778/denarc.jpg

Marcelo dos Santos da Rosa, 25 anos, foi preso na madrugada do último sábado (23), pela Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) com 50 quilos de maconha. O suspeito foi detido no município de Guaratuba, litoral do Estado, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A polícia chegou até Rosa depois que recebeu informações anônimas de que um Hyundai/Tucson transportaria drogas de Curitiba até Santa Catarina (SC). Ao receber a denúncia, os policiais da Denarc solicitaram o apoio da PRF, que localizou e abordou o veículo.

“No interior do automóvel os policiais encontraram o entorpecente escondido nas laterais das portas, nos faróis e na parte superior do carro, totalizando cerca de 50 quilos de maconha”, explica a delegada-titular da Denarc de Curitiba responsável pelas investigações, Camila Cecconello.

Ao ser questionado sobre a droga, o suspeito disse a polícia que adquiriu o entorpecente em Curitiba e que receberia o valor de R$ 3 mil pelo transporte até a cidade de Balneário Camburiú (SC).

Rosa possui antecedentes criminais por furto. Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e aguarda à disposição da Justiça.

Mulher é presa com drogas em Pontal do Paraná

13091999_10205371079268239_8847452777670869771_n

Uma equipe da Polícia Militar, em patrulhamento no Balneário Praia de Leste, avistou uma moça em atitude suspeita. Ao perceber que seria abordada, ela dispensou um cartucho no chão. Na verificação, percebeu -se que havia dentro da sacola várias buchas de cocaína pronta para a venda. Além disso, no bolso da mulher, havia certa quantia de crack. Diante disso, ela recebeu voz de prisão e foi encaminhada à delegacia de Pontal do Paraná

VÂNDALOS DESTROEM SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

Vândalos continuam  quebrando  e arrancando várias placas de sinalização na ruas de Pontal do Paraná. Nesse feriado prolongado  o rastro de destruição foi praticado com dezenas de placas danificadas ou arrancadas. O foco principal dessa vez  foi na Rua Superagui, Balneário Shangri-lá, há duas quadras do mar.

As placas de sinalização são uma importante ferramenta de comunicação, além de grande utilidade para a segurança das pessoas, são essenciais para sinalizar e passar informações sobre o trânsito, tanto para pedestres quanto para condutores de veículos, para os transmitindo assim mais segurança para toda população, e mesmo sendo tão importantes, bandidos decidiram arrancá-las.

Destruir as placas de sinalização, além de ser crime e um ato de irracionalidade, gera custo alto para o município, prejudica o trânsito e coloca a vida das pessoas em perigo.

O artigo  163 do Código Penal, diz:

Art. 163 – Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia:

III – contra o patrimônio da União, Estado, Município, empresa concessionária de serviços públicos ou sociedade de economia mista;

Pena – detenção, de seis meses a três anos, e multa, além da pena correspondente à violência.

Para evitar danos ao patrimônio público e, consequentemente, prejuízo ao cofre público, o DEMUTRAN pede a ajuda da população para denunciar os atos de vandalismo, sempre que presenciar, através do telefone 3972-7089 ou pelo Whatsapp 9133-9777. A denúncia pode ser feita anonimamente e a Guarda Municipal estará pronta para agir. Sendo o crime denunciado, as penalidades aos infratores são aplicadas.